Cultura e Entretenimento

O mistério das pirâmides ocultas da Bósnia

O que torna esse empreendimento massivo tão comum em toda a história?

Fascinante não é? O que existe sobre essas estruturas que basicamente aparecem no mundo inteiro, milhares de anos atrás, e quem as construiu? O que eles representam? Nossos livros de história estão longe de ser um recurso válido, há tantas novas descobertas sendo feitas com relação a pirâmides e arqueologia antiga que nosso sistema educacional simplesmente não consegue acompanhar tudo e descobertas nesta área são tão controversas que se algo surpreendente é realmente descoberto e desafia nossos sistemas de crenças, é categorizado instantaneamente como falso, ou “pseudociência”.

Sob o sítio arqueológico de Visoko, na Bósnia, estão localizadas algumas pirâmides que são as maiores do mundo, maiores até que as do Egito. São conhecidas três pirâmides: do Sol (220 m), da Lua (190m) e do Dragão (90m), que formam um triângulo equilátero perfeito. Sob as pirâmides, existem túneis e passagens entre as obras, além de rampas de pedra.

A complexo de pirâmides possui algumas semelhanças com as do México e Peru e foram umas das primeiras pirâmides a serem construídas no mundo, datando de cerca de 10 mil anos atrás, e os pesquisadores não sabem que as construiu, já que não existem registros de civilizações europeias que construíram pirâmides.

Semir Osmanagic estuda pirâmides por todo o mundo há 30 anos. Seu doutorado foi dedicado às pirâmides da civilização maia. Em sua primeira visita ao museu da cidade de Visoko, na Bósnia, ele se deparou com uma localidade, considerada pela maioria como montanha natural. Mas, de acordo com ele, não seria tão natural como imaginam, pois a colina possui quatro lados triangulares.

De acordo com o pesquisador, há cinco pirâmides na região: Sol, Lua, Terra, Amor e Serpente. A pirâmide do Sol tem 220 metros de altitude, fazendo com que ela seja a mais alta do mundo, e é coberta com concreto artificial. 18 toneladas de concreto foram gastos para cobrir a pirâmide. Além do mais, a sua orientação para o norte é a mais precisa do mundo, em comparação com a Grande Pirâmide de Gizé que aponta para o norte a 0 grau e 2 minutos.

Estruturas de pirâmide maiores que o Egito, e possivelmente muito mais antigas, mudariam tudo o que achamos que sabemos sobre nosso passado, e este é apenas um exemplo das implicações das descobertas na Bósnia.

continua depois da publicidade


Curso Completo Artesanato e Construção com Bambu
Material de consulta e estudo para Artesãos, amantes das Artes Manuais, Engenheiros, Arquitetos etc. Veja em detalhes neste site
https://www.mpsnet.net/G/515.html

Os povos antigos que construíram estas pirâmides, nos levam a crer que conheciam os segredos de frequência e energia, e, eles usaram esses recursos naturais para desenvolver tecnologias, e, realizar estas construções em grande escalas presenciadas ao redor da Terra.abrir loja

Uma equipe de físicos detectou um feixe de energia vindo do topo da pirâmide bósnia do sol. O raio do feixe é de 4,5 metros com uma frequência de 28 kHz (kilohertz). O feixe de energia é contínuo e sua força cresce à medida que se move para cima e para longe da pirâmide. Este fenômeno contradiz as “leis conhecidas” da física e da tecnologia. Esta é a primeira prova da tecnologia não herziana no planeta. Parece que os construtores de pirâmides criaram uma máquina de movimento perpétuo há muito tempo e esta “máquina de energia” ainda está funcionando.

O arqueólogo Semir Osmanagic, um jovem pesquisador e empresário que vive entre Houston, nos Estados Unidos, e a Bósnia-Herzegovina, afirmou pela primeira vez há três anos que perto de Visoko há até quatro pirâmides: do Sol, da Lua, do Dragão e do Amor.

Aos pés do monte, as escavações, revelaram um caminho de grandes lâminas de pedra, ajustadas com precisão, e um túnel, de 150 metros de comprimento, que leva em direção às pirâmides do Sol e da Lua. Segundo a hipótese de Osmanagic, o complexo piramidal se comunica por uma rede de túneis subterrâneos, de uma superfície de entre 25 e 30 quilômetros quadrados.

A pirâmide central do Sol é uma estrutura colossal de 220 metros, e, tem uma massa de milhões de toneladas, em comparação com a Grande Pirâmide de Quéops no planalto de Gizé, que é de 146 metros de altura, as pirâmides bósnias são as maiores e mais antigas pirâmides conhecidas do planeta.

Escavação descobriu também um extenso sistema de labirinto subterrâneo pré-histórico, que é visto como mais uma evidência apoiando a Teoria da Usina.

É possível que o sistema de energia baseada em combustíveis fósseis, que agora dependemos, poderia ter sido evitado, se a ideia e o trabalho do inventor Nicola Tesla sobre energia livre, não tivesse sido suprimida nos anos de 1856-1943, trabalhos estes patenteados como, "Métodos de Energia Livre de Tesla" foram rejeitadas devido à incapacidade de ser medido e rentabilizado, ou seja, "não se encaixavam no modelo econômico vigente ", afirma Phillip Coppens autor e jornalista investigativo.

Precisamos urgentemente mudar o nosso ponto de vista equivocado, de que nossos antigos ancestrais eram estúpidos, e, aceitar que eles tinham um conhecimento avançado do potencial da natureza e do universo.

Esmagadora evidência, apoiada por pesquisas científicas de toda a comunidade arqueológica, prova que a nossa história registrada da humanidade está errada a respeito das culturas antigas, e, reabilitando-as por sua vez mudará religião, ciência e história.

As estruturas das pirâmides construídas na Bósnia e as de todo o mundo remonta à mais de 10.000 anos atrás, não podendo no entanto ser duplicados pela ciência e tecnologia moderna no século 21, e, não há nenhuma explicação na nossa história, que poderia nos explicar, para que poderiam ter sido construídas.

Para o cientista, "o objetivo principal das pirâmides era comunicação interplanetária através de ondas escalares. O outro objetivo é prático. Percebemos uma mudança significativa no bem-estar das pessoas ao saírem dos túneis. Se entram com pressão alta, saem com pressão normal. As pirâmides Influenciam positivamente na taxa de glicose no sangue, ajudam a se livrar da dor e da asma". A agua nos túneis da pirâmide é muito saudável, não há vírus nem bactérias. Além disso, debaixo das pirâmides foi registrada concentração muito alta de íons negativos que são bons para a saúde humana – limpam atmosfera da poeira, aumentam oxigênio no sangue e matam vírus. O cientista também acredita que as construções bósnias são o lugar mais seguro do mundo: terremotos e erupções vulcânicas não atingem a localidade em questão.

continua depois da publicidade



Se as escavações não conseguirem convencer os céticos de que os arredores de Sarajevo guardam o segredo das primeiras pirâmides européias, pelo menos trouxeram progresso a Visoko, uma cidade de apenas 50 mil habitantes. As ruas de Visoko estão repletas de visitantes, tanto bósnios como estrangeiros, curiosos para verem uma pirâmide no coração dos Bálcãs.