Portal do Conhecimento

Cultura e Conhecimento ao seu Alcance!

Cultura e Entretenimento

Como funciona o sistema de arrefecimento do motor

Saiba como funciona a refrigeração do motor de seu carro.

O principal trabalho do sistema de resfriamento é evitar que o motor superaqueça, transferindo esse calor para o ar, mas o sistema de resfriamento também tem vários outros trabalhos importantes.

O motor do seu carro funciona melhor a uma temperatura razoavelmente alta. Quando o motor está frio, os componentes se desgastam mais rápido, o motor é menos eficiente e emite mais poluição. Assim, outro trabalho importante do sistema de arrefecimento é permitir que o motor aqueça o mais rápido possível e depois manter o motor a uma temperatura constante. Verifique se você está preparado se ocorrer um desastre e aprenda o que fazer (e não fazer!) Quando o motor do carro superaquecer.

A partir do momento em que é dada a partida no carro, uma série de processos acontecem para que ele comece a funcionar. Com tantas explosões decorrentes da queima do combustível que dá “vida” ao motor, as temperaturas nessa parte no veículo são altíssimas. Para que nenhum componente derreta e comprometa o funcionamento do automóvel, o sistema de arrefecimento entra em ação. O sistema de arrefecimento tem por finalidade, manter uma temperatura ideal (estabilizada) para o motor. Essa temperatura varia um pouco de motor para motor, mas fica entre 87 a 105 graus Celsius na maioria deles.

Como o sistema é composto:

»  1- Radiador

»  2- Bomba d´água

»  3- Galerias

»  4- Ventilador

»  5- Termostato

»  6- Indicador de temperatura

Além dos componentes listados acima, o sistema ainda trabalha com mangueiras, reservatório de expansão, válvula de expansão integrada à tampa do radiador ou do reservatório e o aditivo adicionado a água, formando o líquido de arrefecimento.

Logicamente estamos tratando da refrigeração por líquido, uma vez que o mesmo é o mais utilizado atualmente.

O líquido de arrefecimento é constituído por água e aditivos. Esses aditivos tem por finalidade equilibrar o pH da água, não deixando-a nem alcalina e nem ácida. O etilenoglicol é o principal componente do aditivo. Esse elemento altera os pontos de ebulição e congelamento da água, fazendo com que a mesma ferva acima de 100oC e congele somente abaixo de 0oC. Outra função do aditivo é a de manter lubrificado todo o sistema e evitar o acúmulo de sujeira no sistema.

continua depois da publicidade


Curso de Arrefecimento de Motores a Combustao
Para profissionais e ao publico adquirir conhecimentos em refriamento de motores. Veja em detalhes neste site
https://www.mpsnet.net/G/623.html

Como funciona o radiador

O radiador automotivo, faz parte do sistema responsável pelo resfriamento da água que circula pelo bloco do motor, fazendo com que a temperatura não exceda os limites aconselháveis para o bom funcionamento do motor. A temperatura ideal para a água é de 70º C nos motores a gasolina e de 80º C nos motores a álcool e a diesel. A água quente que sai do bloco do motor, circula forçadamente pelo interior dos tubos do radiador, onde é resfriada.
Essa água é resfriada porque através do bloco, é forçada a circulação de ar, através de um ventilador. Usualmente, em automóveis e caminhões, o ventilador trabalha succionando o ar para aproveitar o efeito do movimento do veículo. Quando a temperatura excede o limite, pode ocorrer: - Dilatação dos componentes móveis, causando aumento do atrito, chegando a bloquear o movimento; - Superaquecimento dos materiais aplicados na construção do motor, que podem se dilatar; - Deteriorando do óleo lubrificante.
Resumindo, o radiador é usado para que em conjunto com o sistema de bombeamento de água e do fluxo de ar, que é gerado por uma hélice, seja capaz de dissipar para o ambiente o calor gerado pelo motor.

Bomba d´água

Serve para auxiliar o deslocamento da água no sistema, ou seja, recalca o líquido do radiador para o motor, fazendo com que haja uma troca do líquido aquecido pelo resfriado. Mesmo se não houvesse a presença da bomba, o líquido iria circular por termofissão (a diferença de temperatura provocaria o movimento). A bomba é um dispositivo que melhora essa circulação.
A bomba d´água é acionada pelo próprio motor por meio de uma polia que está acoplada à árvore de manivelas (virabrequim) por intermédio de uma correia. Isso significa que, quanto maior for a rotação do motor, maior será sua capacidade de deslocamento.

Dutos internos

No interior do bloco do motor, no cabeçote ou no coletor de admissão existem dutos (passagens) por onde o líquido passa, absorvendo o calor desses elementos. Para se evitar o acúmulo de sujeira e formação de crostas, é fundamental a utilização de aditivos.
Fique atento com relação ao aditivo de radiador. Existem muitas marcas que são apenas água colorida. Um bom aditivo dá pra se ver pela sua concentração. Aditivos de má qualidade normalmente são “ralos”. Não utilize no sistema qualquer outro produto químico que não seja o aditivo apropriado.

Termostato

Elemento responsável pelo controle de temperatura do motor e o rápido aquecimento do mesmo, quando frio. É uma válvula que se abre e fecha permitindo ou não a passagem do líquido de arrefecimento. Quando fechada, não ocorre a troca de calor, fazendo com que o líquido que está no motor sofra um rápido aquecimento. Quando aberta, permite que o líquido resfriado penetre no interior do motor, baixando sua temperatura.

Indicador de temperatura:

Localizado no painel de instrumentos do veículo, esse dispositivo tem por finalidade, informar ao motorista sobre as condições de temperatura do motor.