Portal do Conhecimento

Cultura e Conhecimento ao seu Alcance!

Auto Treinamento

Este curso tem como objetivo preparar profissionais para identificar, preparar e aplicar tintas em superfícies e retocar superfícies pintadas, de acordo com normas e procedimentos técnicos de qualidade, segurança, higiene e saúde.

Neste curso você vai aprender a identificar conceitos básicos de corrosão, processos corrosivos e seus mecanismos, sistemas de proteção anticorrosiva, métodos de aplicação, entre outras atividades. Esse é o intuito do curso de pintura industrial e controle de qualidade. Contém também um módulo de especialização em pintura de móveis.

Não perca a oportunidade de aperfeiçoar-se em pintura industrial. Busque se aperfeiçoar com atividades extra curriculares, e faça a diferença no mercado de trabalho.

A busca por profissionais qualificados no Brasil é algo real. O problema é que algumas áreas ainda são precárias em relação à preparação do profissional para o mercado de trabalho. Aquele que é interessado, deve buscar complementar o seu currículo através de cursos qualificativos e experiências na área.

Todo o conteúdo foi especialmente desenvolvido com textos claros e diretos e ilustrações que auxiliam no aprendizado a distância.

Conteúdo do Material

Arquivos Texto formato PDF

01 Introdução à Pintura Industrial

Introdução
Segurança em local de trabalho
Pintura industrial

02 Noções de Pintura Industrial

03 Introdução à Pintura Industrial de Proteção

INTRODUÇÃO/FINALIDADE DA PINTURA
ATIVIDADE E RESPONSABILIDADE DO PINTOR
CORROSÃO
MEIOS CORROSIVOS MAIS COMUNS
ASPECTOS DA CORROSÃO
GRAUS DE CORROSÃO
CONCEITUAÇÃO DE PINTORES E ESQUEMAS DE PINTURA
CONSTITUINTES DE UMA TINTA
MECANISMOS DE FORMAÇÃO DE PELÍCULAS
PRINCIPAIS TINTAS
PREPARAÇÃO DA SUPERFÍCIE PARA PINTURA
LIMPEZA DE SUPERFÍCIES DE AÇO POR COMPOSTOS QUÍMICOS (ABNT N8R 15185)
TRATAMENTO DE SUPERFÍCIE DE AÇO COM FERRAMENTAS
MANUAIS E MECÂNICAS (ABNT NBR 15239)
HIDROJATEAMENTO (N-9)
TRATAMENTO DE SUPERFÍCIE DE AÇO COM JATO ABRASIVO
ABRASIVOS/PRINCIPAIS MÉTODOS DE APLICAÇÃO DE TINTAS
APLICAÇÃO DE ESQUEMA DE PINTURA
RETOQUES EM ESQUEMAS DE PINTURA INDUSTRIAL E DE MANUTENÇÃO
REGRAS GERAIS DE RETOQUES CONTROLE DE QUALIDADE DA APLICAÇÃO DO ESQUEMA DE PINTURA EXECUÇÃO E APARELHAGEM
DETERMINAÇÃO DA GRANULOMETRIA DO ABRASIVO (N-9)
DETERMINAÇÃO DA PRESENÇA DE IMPUREZAS NO ABRASIVO (N-9)
EXAME VISUAL DE FALHAS NA PELÍCULA (N-13)
MEDIÇÃO DAS TEMPERATURAS AMBIENTE E DA SUPERFÍCIE (N-13)
MEDIÇÃO DE UMIDADE RELATIVA DO AR

04 Manual de Preparação de Superfícies

05 Roteiro de Pintura industrial

06 Pintura Industrial Com Tintas Liquidas

CORROSÃO
CONCEITOS BÁSICOS DE CORROSÃO
IMPORTÂNCIA DO ESTUDO DA CORROSÃO
TIPOS DE PROCESSOS DE CORROSÃO
CORROSÃO ELETROQUÍMICA
CORROSÃO QUÍMICA
CLASSIFICAÇÃO DE PROCESSOS CORROSIVOS
FORMAS DE CORROSÃO
CORROSÃO GALVÂNICA
CORROSÃO ELETROLÍTICA
CORROSÃO SOB ATRITO
CORROSÃO POR AERAÇÃO DIFERENCIAL
MEIOS CORROSIVOS
PRINCIPAIS MEIOS CORROSIVOS
CLASSIFICAÇÃO DE AMBIENTES CORROSIVOS
CLASSIFICAÇÃO DE AMBIENTES E CONDIÇÕES CORROSIVAS
PRÁTICAS DE PROJETO
REVESTIMENTOS PROTETORES
MECANISMOS DE PROTEÇÃO
REVESTIMENTOS METÁLICOS
REVESTIMENTOS NÃO-METÁLICOS INORGÂNICOS
REVESTIMENTOS ORGÂNICOS
GRAUS DE CORROSÃO
TIPOS DE LIMPEZA DE SUPERFÍCIE
LIMPEZA QUÍMICA
DESENGRAXE COM SOLVENTE
LIMPEZA MANUAL
LIMPEZA COM FERRAMENTAS MECÂNICAS MANUAIS
LIMPEZA COM JATEAMENTO ABRASIVO
HIDROJATEAMENTO COM ULTRA-ALTA PRESSÃO
ATRAVÉS DO PROCESSO HYDROBLAST1NG
HIDROJATEAMENTO NA REMOÇÃO DE TINTA
TRATAMENTO DE SUPERFÍCIE COM NANOCERÂMICO
FOSFATIZAÇÃO
DEFEITOS OBSERVADOS NA SUPERFÍCIE
PREPARO DE SUPERFÍCIES NÃO FERROSAS
AÇO GALVANIZADO ELETROLÍTICO (FLORES DE ZINCO)
LIGAS METÁLICAS NÃO FERROSAS
SUPERFÍCIES DE CONCRETO
PREPARO DE SUPERFÍCIES PINTADAS PARA MANUTENÇÃO OU REPINTURA
CLASSIFICAÇÃO DA PINTURA DE MANUTENÇÃO
TINTAS
POLÍMEROS E POLIMERIZAÇÃO
POLIMERIZAÇÃO POR ADIÇÃO
POLIMERIZAÇÃO POR CONDENSAÇÃO
CONSTITUINTES FUNDAMENTAIS DAS TINTAS
VEÍCULO OU RESINAS
SOLVENTES
PIGMENTOS
ADITIVOS
CARACTERÍSTICAS FUNDAMENTAIS E GERAIS DA PELÍCULA
MECANISMO DE FORMAÇÃO DA PELÍCULA DA TINTA
MECANISMO DE PROTEÇÃO DA PELÍCULA
FUNDAMENTOS DA PINTURA INDUSTRIAL
CONCEITO DE PINTURA INDUSTRIAL
CONCEITOS BÁSICOS / TERMINOLOGIA
ESQUEMAS DE PINTURA
CORES NA PINTURA INDUSTRIAL
PROCESSOS DE FABRICAÇÃO
PLANOS DE PINTURA
CONTROLE DE QUALIDADE
NÃO-VOLÁTEIS EM MASSA (SÓLIDOS POR MASSA)
NÃO-VOLÁTEIS EM VOLUME (SÓLIDOS POR VOLUME)
ESTIMATIVA DE CONSUMO DE TINTAS
RENDIMENTO TEÓRICO = Rt (Ficha Técnica)
RENDIMENTO PRÁTICO - Rp (Considerando Perdas)
RENDIMENTO REAL
CUSTO POR METRO QUADRADO DO PRODUTO
COMO CALCULAR A QUANTIDADE DE TINTA NECESSÁRIA PARA PINTURA
QUANTIDADE DE DILUENTE NECESSÁRIA
EFEITO DO PERFIL DE JATEAMENTO
MASSA ESPECÍFICA VISCOSIDADE
CONSISTÊNCIA
ESTABILIDADE / SEDIMENTAÇÃO
TEMPOS DE SECAGEM
DETERMINAÇÃO DE SECAGEM: INDÚSTRIA
DETERMINAÇÃO DE SECAGEM: MANUTENÇÃO
PODER DE COBERTURA
TEMPO DE VIDA ÚTIL (POT LIFE)
DIMENSÃO DAS PARTÍCULAS DO PIGMENTO (FINURA DE MOAGEM)
NATUREZA DA RESINA
DOBRAMENTO SOBRE MANDRIL CÔNICO
CUIDADOS NO MANUSEIO DE TINTAS E VERNIZES
SUGESTÃO DE ROTEIRO PARA CONSCIÊNCIA PREVENCIONISTA
TRABALHOS EM TANQUES OU EM OUTRAS ÁREAS CONFINADAS
EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI

07 Pintura anticorrosiva

Preparação das superfícies a serem protegidas
Condição das superfícies
Tratamento superficial de peças de aço
Superfícies a serem protegidas
Plano de pintura padrão para superfícies externas
Pintura de fundo para aplicações standard
Pintura de acabamento para apicaçoes normais e operação com óleo mineral
Pintura de acabamento com elevada resistência química e operação com fiuído especial
Esquemas de pintura cf. normas da engenharia hidráulica e metalúrgica
Seleção dos esquemas de pintura
Especificação da pintura (extraído da RNI 50191)
Pintura especial (extraído da RNI 50191)
Pintura especial a pedido do cliente
Generalidades
Grau de brilho
Recomendações gerais para o emprego de tintas
Recomendações especiais para a aplicação de pinturas especiais
Generalidades
Espessura da camada
Transporte e armazenamento de peças protegidas contra corrosão
Resumo dos sistemas de pintura
Descrição do produto: Composição ca pintura de fundo
Sistema de pintura R1
Descrição do produto: Composição ca pintura de acabamento
para aplicações normais. Sistema de pintura R2
Descrição do produto: Composição ca pintura para alta resistência
química. Sistema de pintura R3

08 Pintura e Proteção Catódica

09 Conceitos de pintura eletrostática

10 Tinta em pó em substratos sensíveis ao calor

11 Cores de tubulações industriais

12 Processos de pintura liquida

13 Processos de pintura em pó

14 Sistemas de pintura industrial

15 Tratamento de superfícies e pintura

16 Pintura imersão a quente vs Pintura com tintas liquidas

17 Pintura de moveis

TECNOLOGIA DA PINTURA DE MÓVEIS
Tipos de superfícies
PREPARAÇÃO DA SUPERFÍCIE
PRODUTOS DE ACABAMENTO
EQUIPAMENTOS PARA ACABAMENTO
PROCESSO DE PINTURA PARA ACABAMENTO DE MÓVEIS
PRÁTICA DE PINTURA
OS PRINCIPAIS DEFEITOS DA PINTURA
PINTURA EM MÓVEIS DE MADEIRA
PRODUTOS UTILIZADOS NA PINTURA DE UM MÓVEL
EQUIPAMENTOS DE PINTURA
AMBIENTE DE ACABAMENTO
TÉCNICAS PARA SE OBTER UMA BOA APLICAÇÃO À PISTOLA
INSTRUMENTOS DE CONTROLE PARA OBTENÇÃO DE UM BOM ACABAMENTOS
LIXAMENTO, TINGIMENTO E EMASSAMENTO
Aplicação de produtos transparentes ou pigmentados (Laqueados)
Polimento
CONCLUSÃO E RECOMENDAÇÕES

18 Pintura em Estrutura Metálica

19 Inspeção de Pintura

Os arquivos texto estão formato PDF, para serem lidos com Acrobat Reader em 627 páginas bem ilustradas.

O material é enviado em 1 arquivo zipado com um total de 24,27 mega.