Página Inicial » Ciência Avançada




|02|

 
Empresa japonesa vai construir elevador espacial

O elevador é um dispositivo de transporte bastante útil nos tempos que correm, contudo, este conceito já é bastante antigo. O primeiro elevador foi criando em Roma, no século I a.C., por um engenheiro chamado Vitrúvio.

Amplamente utilizado em prédios, para facilitar o deslocamento (vertical) entre andares, este dipositivo de transporte poderá começar a ser utilizado para efetuar viagens até ao espaço.

De acordo com o The Daily Yomiuri a Obayashi Corporation, empresa de construção chinesa sediada em Tóquio, espera desenvolver um elevador espacial até 2050.

Este elevador espacial irá transportar passageiros e carga, ao longo de uma fita de nanotubos de carbono, partindo de um terminal terrestre em direção a um terminal espacial, a 36,000 km de altura.

No total, esta fita de nanotubos de carbono irá ter 96,000 Km de comprimento, com um contrapeso no final, para manter a corda bem esticada. O terminal espacial, a 36,000 km de altura, estará equipado com instalações residenciais para os passageiros.

Se faz intenções de tirar bilhete para este futuro (mas muito longínquo) transporte espacial, prepare-se para uma bela, mas aborrecida viagem ascendente, visto que apesar de o elevador viajar a 200 km/h, este demorará cerca de uma semana a chegar ao terminal espacial.

A Obayashi Corporation tem como principal objetivo, desenvolver um meio de transporte espacial com capacidade para 30 passageiros, de cada vez. Equipado (provavelmente) com motores lineares magnéticos, o elevador será impulsionado para o espaço ao longo da extensa fita de nano tubos de carbono.

A empresa ainda não revelou os potênciais custos do projeto, nem o local onde este será construído. Contudo, o fato de este dispositivo utilizar a força centrífuga para manter a fita bem esticada, indica que o terminal terrestre terá de ser construído perto da linha do equador.

Pontianak, na Indonésia, é um dos potenciais locais de construção para o elevador.

É pena não dar para adaptar esta tecnologia aos arranha-céus das cidades. Seria interessante entrar num destes elevadores e ver os botões: 1º Andar, 2º Andar … 99º Andar, Terminal Espacial.

 

 

 


Conheça os Cursos On-Line
Portal do Conhecimento