Página Inicial » Ciência Avançada




|02|

Asteróide massivo poderá atingir a Terra em 2040

Um asteróide massivo, com 140 metros de largura, poderá atingir a Terra em 2040. Esta notícia levou a que os investigadores pedissem uma discussão sobre um plano de deflexão.

Descoberto em 2011 pelos astrônomos de Mount Lemmon Survey em Tucson, Arizona nos EUA e apesar de ter sido observada apenas metade da sua órbita, o asteroide 2011 AG5 é considerado um objeto de “alto risco”.

Atentos á sua ameaça, os cientistas agendaram uma discussão, sobre um eventual plano de deflexão, que será debatido no decorrer da 49º sessão do Subcomité Científico e Técnico do Comité das Nações Unidas acerca dos Usos Pacíficos do Espaço Exterior (COPUOS) e que se irá realizar no início deste mês em Viena.

A Equipa de Ação das Nações Unidas (NU) responsável pelos objetos próximos da Terra (NEOs) observou uma constante aproximação do asteroide e que (apesar de remota) existe uma possibilidade de o 2011 AG5 colidir com a Terra dentro de 28 anos.

Apesar de conhecermos o seu tamanho, é ainda desconhecida a composição e massa deste objeto.

Segundo o que Detlef Koschny, responsável pela Divisão de Missões do Sistema Solar da Agência Espacial Europeia em Noordwijk, na Holanda, disse ao website SPACE.com:

“2011 AG5 é o objeto que atualmente tem maiores hipóteses de colidir com Terra… em 2040. No entanto, apenas observamos cerca de metade da sua órbita, desta forma, a confiança nesses cálculos ainda não é muito alta.”

“Nas 14 discussões da nossa Equipa de Ação, concluímos portanto, que não podemos necessariamente chamar-lhe uma ameaça “real”. Para isso, idealmente, deveríamos ter pelo menos uma, se não duas, órbitas completas observadas.”

A equipa de Koschny está atualmente a colocar instituições como Observatório Europeu do Sul ocorrentes da situação e esperam convencê-las de que este objeto merece a atenção de alguns dos telescópios espaciais.

De acordo com Donald Yeomans, diretor do Programa de Observação de Objetos Próximos da Terra (NEOs) do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA em Pasadena, Califórnia nos EUA, a probabilidade de o 2011 AG5 colidir com a Terra, é de 1 para 625. E a data mais provável de tal acontecer, será dia 5 de fevereiro de 2040.

O asteroide 2011 AG5 está classificado como “alto” na lista Objetos Próximos da Terra (NEOs) com potencial risco de impacto, afirma Charles Bolden Administrador da NASA.

Bolden afirmou ainda que o asteroide passará pela Terra em 2015, mais de sete anos antes da passagem rasante pela fenda de ressonância gravitacional em 2023, que poderá colocar o asteroide em rota de colisão com a Terra, para o ano de 2040.

 

 

 


Conheça os Cursos On-Line
Portal do Conhecimento