Página Inicial » Vida a Dois


     

|02|

 
8 passos para não perder um orgasmo
  

1. Usar o poder da água Antes de chegar à cama, que tal começar a explorar seu corpo ainda no banho, para "acordar" as sensações eróticas? É que a água morna ajuda a despertar as terminações nervosas da pele, que transportam as mensagens para seu sistema nervoso central. Você também pode comprar uma esponja vibratória (há vários modelos, como os que imitam coração e morango) para ajudá-la a estimular algumas regiões de maneira mais intensa. Se estiver no quarto, aposte em um lubrificante, especialmente aqueles que proporcionam a sensação de calor local, à venda praticamente em todas as sex shops.

2. Investir nas fantasias
O cérebro é mesmo um poderoso órgão sexual, os estudiosos não têm nenhuma dúvida disso. Segundo a sexóloga Kate Taylor, autora do livro The Good Orgasm Guide (Um bom guia do orgasmo), nada menos que 78% das mulheres precisam das fantasias para conseguir um orgasmo durante a transa e 99% chegam lá quando se masturbam. Assim, pensar no Josh Holoway, do seriado Lost, no Reynaldo Gianecchini ou no bonitão que faz você suspirar enquanto se estimula (ou é estimulada), por exemplo, pode fazer a diferença e fazer a sua mente se manter ligada no prazer. risos...

3. Domesticar seu gato Quando o rapaz estiver deitado de barriga para cima, sente-se sobre ele sem deixar que ponha o pênis dentro da vagina. Curve-se, então, para beijá-lo e acariciá-lo. Ele se sentirá obrigado a tocá-la em todos os cantos que estiverem ao alcance das mãos. A certa altura, peça que se sente e então jogue sua cabeça para trás, convidando-o a beijar seu pescoço, ombros e seios. Enquanto isso, friccione com suavidade seu clitóris contra o osso púbico dele. No momento em que estiver pronta para saborear o prato principal, diga algo do tipo "Estou louca para sentir você dentro de mim".uau !!nossa eu que to escrevendo isto meu Deus risos ....

4. Turbinar a penetração No auge da transa, explique que ele precisa manter um contato satisfatório com o clitóris ou com o ponto G para você chegar lá. Se o gato a penetra por trás e de baixo para cima, por exemplo, o pênis terá bastante contato com a parede frontal da vagina, onde fica seu botão mágico. Recorra ainda à sinalização corporal. Gostaria que o rapaz fosse mais fundo? Empurre seu bumbum para trás, em direção ao moço. Ele vai entender. Mais uma dica que funciona: na posição papai-e-mamãe, se você precisa de fricção, afaste gentilmente os ombros dele e diga: "Fico bem melhor quando posso me movimentar debaixo de você".

5. Variar o menu Sexo oral é uma forma praticamente garantida de chegar lá. Mas sugira com linguagem corporal (e não verbal). Tente, por exemplo, roçar seu corpo na cabeça dele para sinalizar que deseja mais pressão e indicar a direção certa. Sutil demais? Puxe para baixo a pele que recobre o clitóris, deixando-o exposto, a fim de encorajar o rapaz. E esconda-o com um dedo se preferir que ele estimule os arredores. Peça que a acaricie com toda a língua, e não só a ponta, pois cada parte dela gera uma sensação diferente ao toque. Numa posição confortável, não ficarão cansados e você não se apressará para o clímax - que poderá acontecer antes do que imagina

6. Multiplicar pontos de prazer Descobrir (várias) regiões quentes do seu corpo e não seguir sempre o mesmo roteiro facilita orgasmos inesperados. Se carícias na curva do pescoço a deixam cheia de tesão, conte o segredo ao gato. Ter os dedos das mãos ou dos pés sugados também costuma provocar forte excitação. A estimulação dos mamilos com um vibrador de baixa potência pode ser extremamente prazerosa para muitas mulheres. Seu namorado pode ajudar deslizando as mãos pela parte interna de suas coxas, pelo seu monte de Vênus e pelos lábios vaginais antes de chegar ao clitóris, pois aumentam a irrigação sanguínea na pélvis.

7. Recuar para avançar Arrisque deixar que sua excitação alcance um grau moderado e, então, interrompa a estimulação para que o desejo diminua mas não desapareça por completo. Recomece de modo que você vá um pouco além do ponto em que estava anteriormente. Então, reduza outra vez. Continue assim, indo e vindo, até chegar ao orgasmo. Esse exercício faz sua energia sexual aumentar, garantindo um prazer mais intenso. Se quiser tentar outro orgasmo, logo após o primeiro, recomece a estimulação para manter o nível de excitação e preparar-se para um novo. A intensidade pode ser menor, mas é bom do mesmo jeito

8. Descobrir o triorgasmo Você já ouviu falar, sobre o orgasmo combo?? obtido por intermédio da estimulação simultânea do clitóris e do seu ponto G. Mas, segundo a sexóloga Ava Cadell, é possível conseguir um clímax ainda mais poderoso: o triorgasmo. Para isso, ela sugere estimular também o ânus durante o combo. Experimente pedir ao parceiro que insira a ponta do dedo bem ali, com a ajuda de um lubrificante, quando a excitação estiver em alta. Alguns vibradores triplos já estão à venda nas sex shops, mas, antes de convidar o gato para a novidade, teste sozinha a fim de descobrir se ficará realmente à vontade.
O que você não deve esquecer jamais Descobrir quais são as zonas erógenas capazes de levá-la ao êxtase e revelar a ele.Estimular-se física e mentalmente antes (já pensou em sexo enquanto dirigia?)Direcionar as mãos, a boca e o pênis de seu querido para onde sabe que sente mais prazer.
O que facilita o clímax, sempre Saber o que é o orgasmo, não importa se você somente o experimentou sozinha.
Transar apenas quando estiver com vontade.
Aumentar a intimidade com o parceiro - sempre.
Estar plenamente envolvida com algum estímulo erótico, que pode ser uma cena de filme, uma fantasia ou lembranças ultrapicantes.
Acariciar o seu clitóris antes e durante o sexo - ou pedir ao seu bonitão que o faça.
Ficar totalmente solta na relação e sem sentir vergonha de nada.
Tirar do quarto tudo o que possa distraí-la na hora da transa.
Relaxar e prestar atenção nas reações do seu corpo, e não apenas no seu parceiro

 

 


Conheça os Cursos On-Line
Portal do Conhecimento