Página Inicial » Vida a Dois


     

|01|

 
Sussurrar pode salvar seu casamento, diz pesquisa
  

Gritar com seu chefe pode fazer bem à saúde – mas obviamente não ao seu emprego. De acordo com um estudo realizado durante uma década com 2.755 homens publicado recentemente, as pessoas que não verbalizam o stress têm o dobro de chances de sofrer um ataque cardíaco, quando comparadas com aquelas que dão vazão à sua raiva.

“Quando os casais têm uma comunicação difícil, sussurrar pode ser uma técnica boa”, diz. “Ela requer que as duas partes do casal façam um esforço para escutar o que o outro está dizendo, e a pessoa que fala tende a diminuir a velocidade da fala e pensar mais no que está dizendo”, explica Daynes. “Enquanto isso, a pessoa que escuta tem que se concentrar para ouvir o que está sendo dito, e pode escutar melhor do que normalmente”, completa.

A terapia do sussurro foi aceita com entusiasmo em Hollywood. Brad Pitt e Angelina Jolie, que sofreram com matérias especulando sobre o fim de seu casamento, silenciaram as especulações no início do ano, quando mostraram sussurros íntimos na estréia de um filme. A atriz foi vista sorrindo no tapete vermelho enquanto o marido sussurrava algo em seu ouvido esquerdo.

Outro casal famoso se rendeu ao poder do sussurro para salvar o casamento: Madonna e Guy Ritchie utilizaram uma técnica encorajada pela cabala, a filosofia de vida seguida pela cantora. De acordo com a cabala, passar pensamentos bons para o parceiro em público pode ajudar nos relacionamentos. A cada quinze minutos, os casais devem se olhar e se tocar gentilmente, e sussurrar uma palavra que demonstra o que eles gostam um no outro.

Como foi amplamente divulgado, a técnica não funcionou para este casal, que se separou algumas semanas depois de ter sido avistado em um tapete vermelho elogiando um ao outro. Ainda assim, a psicoterapeuta Hettie Hunter, especializada em relacionamentos, afirma que falar mansamente é uma ferramenta útil para casais que se afastaram mas que têm vontade de recuperar a relação.

“O poder do sussurro é algo que adquirimos desde o nascimento”, explica Hunter. “A voz baixa e o toque são nossas primeiras experiências sensoriais, e são uma parte importante do processo de criação de laços: as mães cantam em voz baixa e sussurram para os bebês”, diz a especialista.

Daynes afirma que o sussurro pode ser também uma maneira de recuperar o período de lua-de-mel do relacionamento: “Ele ajuda a criar uma atmosfera de intimidade, e no início dos relacionamentos é comum falar baixinho com os parceiros”, diz. Além disso, o poder do sussurro é maior do que apenas as palavras que são ditas, afirma a psicóloga. “O sussurro requer proximidade, você precisa ficar próximo à cabeça do parceiro para falar”, diz.

Ouvido direito ou esquerdo?

De acordo com pesquisas, também ajuda sussurrar no ouvido “certo”: um estudo realizado na Universidade do Texas, nos Estados Unidos, mostra que palavras emocionais foram consideradas mais poderosas e foram mais bem lembradas quando são faladas para o ouvido esquerdo. Mensagens não-emocionais, como instruções ou direções para um local, foram mais bem lembradas quando ditas no ouvido direito, o lado do corpo controlado pela parte lógica do cérebro.

Daynes admite, entretanto, que é necessário muito mais do que palavras doces no ouvido correto para salvar um casamento, mas a vontade de tentar mostra um compromisso com a relação. “É uma estratégia simples, e casais com problemas devem também considerar procurar ajuda profissional para aprender a negociar, discutir construtivamente e dar retorno ao parceiro sem criticá-lo”, explica. “Usar só o sussurro para salvar o relacionamento é como diminuir o volume da televisão quando você deveria mudar o canal”, diz a especialista.

 

 


Conheça os Cursos On-Line
Portal do Conhecimento