Página Inicial » Saúde e Bem Estar


     

|04|

 
Dicas para combater a celulite

Celulite é um problema que atinge a maioria das mulheres - cerca de 85% delas convivem com esses furinhos chatos. Mas existe uma maneira prática de combater esse incômodo: os cremes. Outra solução, segundo Gabriela Casabona, dermatologista do Hospital Samaritano, é analisar os motivos que causam a celulite. Confira as dicas e tome uma atitude já!

Você tem celulite por razões...

Genéticas: Observe a família. Se sua mãe ou sua avó têm celulite, suas chances de ter também são grandes.
Hormonais: Tomar anticoncepcional ou fazer reposição hormonal com estrogênio e progesterona piora a retenção de líquidos, provocando o inchaço. Se puder, procure outros tipos de tratamento.
De má circulação: O sangue deixa as toxinas e gorduras do corpo presas às células. Evite ficar na mesma posição por muito tempo.
De má alimentação e falta de exercícios: O sedentarismo faz com que a gordura localizada se acumule e a celulite apareça. Mexa-se!

Qual é o grau da sua?

Grau 1: Você só vê se apertar a pele.
Grau 2: Tem poucos furinhos.
Grau 3: A celulite é mais visível e mais profunda.
Grau 4: Muita celulite à mostra. Às vezes, a pele dói ou aparecem caroços.

Trate os furinhos já!

Primeiro, descubra o motivo pelo qual você tem celulite. Se for um fator genético, não tem jeito. Porém, você pode controlar a alimentação, fazer exercícios físicos regulares e aplicar cremes anticelulite duas vezes ao dia. A especialista Gabriela Casabona garante que, ao seguir todas essas recomendações, é possível notar uma melhora em até três meses. Dá tempo de ficar bonita até o verão!

O jeito certo de passar cremes anticelulite

1. Antes de aplicar o creme, massageie o local com uma escova de banho grande de cerdas macias fazendo movimentos circulares.
2. Passe o creme na região com celulite e espalhe bem.
3. Com as mãos, faça movimentos firmes de baixo para cima. Isso deixa a região quente e ajuda na absorção do produto.
4. Repita a aplicação duas vezes ao dia. Você vai ver que dá resultado!

Dieta para combater a celulite

Abaixo, pode conferir as sugestões que separamos e ver se elas realmente dão resultado.

1 – Invista em alimentos desintoxicantes. Frutas, verduras, legumes e hortaliças são uma ótima opção para limpar o seu organismo.

2 – Diminua a quantidade de sal em suas refeições. O sódio, encontrado em produtos embutidos, por exemplo, favorece a retenção de líquidos. O sal grosso é mais indicado, pois possui vários minerais e dá mais sabor aos alimentos.

3 – Alguns tipos de chás ajudam a eliminar líquidos e toxinas do organismo. Entre as ervas que podem ser usadas para esta finalidade, estão a menta e o espinho branco.

4 – Tomar bastante água é fundamental para combater a celulite. Os especialistas recomendam dois litros por dia, o que equivale a oito copos. Um corpo bem hidratado facilita o trabalho dos rins, melhora a circulação e a digestão dos alimentos.

Tratamentos não cirúrgicos para combater a celulite

A celulite já não é mais um mal insolucionável. Nos últimos anos, vários tratamentos foram desenvolvidos para eliminá-la da vida das mulheres. Algumas técnicas simplesmente viraram febre entre o público feminino e hoje fazem um grande sucesso no Brasil e no exterior.

Elas agem na raiz do problema e apresentam resultados logo nas primeiras sessões. É justamente o que muita gente procura, praticidade e eficiência, duas coisas que até pouco tempo atrás não eram encontradas com facilidade nos procedimentos estéticos.

De acordo com os especialistas, o surgimento da celulite está ligado à questão hormonal e a distúrbios de microcirculação. Esses fatores causam fibroses e encarecimento de liquido áreas do corpo, dando origem aos nódulos que tanto incomodam as mulheres.

Um dos novos tratamentos que tem trazido benefícios a quem sofre deste mal é a carboxiterapia. Ela promove a troca de oxigênio dos tecidos, eliminando os nódulos da celulite. O gás carbônico é injetado no sangue paciente e fixado na hemoglobina. Em seguida, o oxigênio é liberado, dando mais vitalidade aos tecidos e melhorando o fluxo sanguíneo.

Durante o procedimento, você pode sentir um leve desconforto. Além disso, a sessão dura cerca de meia hora, dependendo da região do corpo que vai ser tratada. Para reduzir a celulite de forma acentuada, são necessárias, no mínimo, dez aplicações.

Outro tratamento que traz excelentes resultados ao público feminino é a endermologia. Ela pode ser associada à carboxiterapia e assim ter sua ação potencializada. A técnica consiste na utilização de um aparelho que massageia a pele e elimina os sinais da celulite através de um recurso a vácuo. Já na primeira sessão é possível sentir que a área tratada está com uma melhor aparência e mais lisa.

Você pode passar por ambos os tratamentos sem a necessidade de cortes e incisões. Se informe melhor sobre o assunto e veja quais são os benefícios que eles oferecem.

Principais causas da celulite e tratamentos

A celulite é um mal que dificilmente pode ser evitado. Mesmo assim, o público feminino tem recorrido a tratamentos com o objetivo de amenizar este tipo de problema. Há várias técnicas disponíveis no mercado que são capazes de eliminar essas regularidades, aumentando a auto-estima da paciente.

De acordo com os especialistas, a celulite é causada por desarranjos no tecido subcutâneo. Caso não saiba, existe sob a nossa pele uma camada de gordura, cuja espessura varia de acordo com a região. Logo abaixo, estão os músculos, que se conectam a derme através de fibras elásticas que atravessam o tecido adiposo.

A perda de elasticidade dessas fibras origina as irregularidades sobre a pele, fazendo com que ela se pareça com a casca de uma laranja. Onde houver um maior acúmulo de gordura, mais nítidas serão as oscilações, por isso que a celulite se desenvolve com mais facilidade em áreas como quadril, coxas e bumbum. Pessoas com sobrepeso também apresentam uma maior tendência a ter o problema, o que não significa que os magrinhos estejam livres.

Outro dado interessante diz que a celulite é muito mais comum nas mulheres do que nos homens. Pesquisas revelam que 90% do público feminino sofrem com essas marquinhas em algum grau de intensidade. Vale lembrar que elas aparecem com maior freqüência nas pacientes que seguem dietas ricas em sal, gordura e carboidratos, que não praticam atividades físicas, ingerem pouco liquido, fumam e possuem um alto nível estresse.

Para melhorar o aspecto de sua pele, você deve recorrer aos tratamentos oferecidos pelas clinicas de estética. Hoje, este é um dos segmentos da medicina que mais cresce financeiramente, arrecadando milhões no Brasil todos os anos. Confira as técnicas mais conhecidas logo abaixo!

Creme anti-celulite – apenas o uso deste produto não é suficiente para resolver o problema, já que ele age de modo bastante discreto.

Massagem – a famosa drenagem linfática também não apresenta resultados significativos. Geralmente, sua aplicação é feita com ajuda de um aparelho que massageia a área afetada, melhorando a circulação no local. Esta opção serve muito mais como um método paliativo do que definitivo.

Laser – em alta no mercado, o laser é apontado como uma das soluções mais viáveis contra a celulite, apesar de sua eficácia ser questionada por alguns especialistas. Hoje, já existem técnicas que associam o uso do laser com ondas de radiofreqüência, gerando um efeito bastante satisfatório.

Liposucção – este tratamento faz a liberação das traves fibrosas através de cânulas especiais. Logo depois, o médico injeta a gordura lipoaspirada na depressão da celulite, atenuando as irregularidades sobre a pele. O resultado obtido com o procedimento agrada a maioria das pacientes.

 

 


Conheça os Cursos On-Line
Portal do Conhecimento