Página Inicial » Saúde e Bem Estar


     

|04|

 
Dicas para combater o mau hálito

Nem sempre o mau hálito está associado a falta de higiene bocal. Este problema possui inúmeras causas e pode variar de acordo com a hora do dia e a idade da pessoa. O mau hálito matinal, por exemplo, é considerado normal, pois atinge todo mundo.

Ele é resultado da redução do fluxo salivar durante o sono, da hipoglicemia e do aumento da flora bacteriana anaeróbica preteolítica. Esses microorganismos agem sobre as proteínas da própria saliva, gerando os chamados CSV (compostos sulforados voláteis), os quais possuem um cheiro bastante desagradável.

Já a halitose comum pode ser provocada pela higienização oral deficiente. Muitos se esquecem de escovar a língua, levando a formação da saburra. O mau hálito também possui causas extrabucais, ou seja, que não estão associadas à escovação.

Neste caso, o cheiro desagradável é conseqüência de doenças digestivas, bronco-pulmonares, hepáticas, perturbações do sistema gastrointestinal, diabetes, tabagismo, falta de vitamina A e D no organismo, estresse, entre outros. Caso apresente um desses problemas, o mais indicado é procurar um médico.

Não há nada pior do que passar o dia com gosto de “guarda-chuva” na boca. O mal hálito pode trazer algum constrangimento numa conversa, ou então, na hora de um beijo (o que é pior). Por isso, se você sofre deste mal, veja como é possível eliminar o bafo com as dicas que separamos.

Além de trazer benefícios a todo o nosso organismo, a água também ajuda a combater o mal hálito pois, em alguns casos, ele é provocado pela falta de saliva. O ideal é beber, no mínimo, dois litros por dia.

Como todo mundo já sabe, escovar os dentes é fundamental para ficar com um hálito refrescante. Entretanto, é preciso passar a escova em todas as regiões da boca, incluindo língua e bochechas. Caso tenha dúvidas com relação a maneira certa de escovar, converse com o seu dentista.

Lembre-se de utilizar o fio dental duas vezes ao dia. O mais indicado é depois do almoço e antes de dormir. Seguindo esta orientação, você terá combatendo o mal hálito e outros problemas, como tártaro, por exemplo.

Se você não sabe, o tipo de alimentação também interfere no hálito. Dietas que cortam os carboidratos, geralmente aumentam as chances de você ter este problema. Por isso, consuma alimentos saudáveis, como frutas e verduras.

Alimentos que combatem o mau hálito

Nem sempre é possível fazer uma higiene bocal adequada. Mas saiba que com alguns alimentos você pode deixar o seu hálito mais refrescante.

A preocupação com a saúde bocal vem desde a antiguidade. Hipócrates, médico grego que viveu há mais de 3,5 mil anos, por exemplo, recomendava um bochecho com vinho e ervas aromáticas para combater o mau hálito.

Hoje, temos vários produtos a nossa disposição, entre cremes, pastas e anticépticos. Mesmo assim, boa parte da população sofre com o problema, seja por falta de cuidado ou por distúrbios estomacais. Por isso que nos casos mais graves é importante procurar um médico para investigar a origem do mau cheiro e tratá-lo da melhor maneira possível.

Gengibre – O gengibre tem ação anticoagulante e antioxidante, o que o torna um aliado no combate ao envelhecimento celular. Além disso, ele estimula alguns processos digestivos, funcionado como um ótimo adstringente. Portanto, nos dias em que não tiver tempo para tratar de sua higiene bocal de maneira correta, saiba que umas balinhas de gengibre podem ajudar bastante.

Hortelã – não é de hoje que a hortelã é utilizada para combater o mau hálito. Amplamente difundida por causa de seus efeitos medicinais, ela é uma ótima opção para quem quer eliminar o gosto ruim da boca. Seu aroma refrescante aliado às propriedades que estimulam a digestão vai resolver o seu problema em instantes.

Chá de boldo – algumas bebidas também podem acabar com a halitose. Este é o caso do chá de boldo, ideal quando sua origem está ligada a má digestão (há situações em que os gases do intestino são desviados para o estomago e liberados pelas vias respiratórias. Isso é mais comum nos idosos).

Outros alimentos – uma boa dica é investir em maça, cenoura e pepino. Se consumidos com casca, esses produtos realizam uma espécie de raspagem nos dentes, eliminando os resíduos alimentares e, assim, impedido o acúmulo de bactérias que causam os odores desagradáveis.

Acabe com o mau hálito usando receitas caseiras

Uma coisa que ninguém quer ter e que pode acabar com a conversa de qualquer um é o mau hálito. Um problema que afeta uma boa parcela da população e o pior, muitos não sabem que possuem mau hálito e não entende o motivo das pessoas se afastarem na hora da conversa.
  
Vamos dar receitas caseiras que “rolam” de boca em boca e que prometem curar de vez o mau hálito, vamos começar com um chá super referenciado.



A melhor forma de curar o mau hálito de origem bucal é indo ao dentista e fazendo tratamento apropriado. Por ser de causa variada, o mau hálito precisa ser muito bem diagnosticado para só depois pensarmos em tratar.


Como tenho várias pacientes mais idosas que adoram tomar chá das mais diversas folhas e dizem obter resultados muito bons, podemos aprofundar conhecimento sobre o assunto e ver se há ciência por trás disso. Me impressionei com o que vi: diversas folhas e materiais naturais com listas enormes de pesquisar e alguns até mesmo aprovados por agências de regulamentação.

A minha dica de chá de guaçatonga que é uma planta medicinal e vem sendo muito utilizada como ingrediente na produção de remédios homeopáticos,cremes fitoterápicos e pode tratar também a herpes labial e as doloridas aftas. Um ponto muito importante desse produto é que o mesmo foi aprovado pela ANVISA. Não possui contra-indicações, só não deve ser usado durante a gestação, principalmente nos primeiros 3 meses e últimos 3 meses.
Você vai usar 150ml de água e de uma a duas colheres de sobremesa de folhas do chá de guaçatonga. O modo de fazer é igual ao de qualquer chá e você vai usar ao longo do dia, podendo beber de 3 a 4 xícaras por dia.

O que causa o mau hálito

Remedios para mau halito, cura do mau halito, mau hálito tratamento, causa do mau halito, como combater o mau hálito, halitose causas, evitar mau halito,como tratar do mau halito, o que causa o mau hálito, tratamento para mau hálito

A halitose ou mau hálito é um dos problemas mais preocupantes para quem o tem, o mesmo pode limitar sua vida social e relacionamentos. Também é possível indicar a presença de doença.
O problema do mau hálito é que muitas vezes a pessoa que sofre não percebe que o cheiro é tão desagradável, mas sim as pessoas que convivem ao seu redor. É importante perceber que a halitose pode ser limitada ou eliminada com o tratamento adequado e também crucial, com uma boa higiene oral e com alguns hábitos corretos de alimentação.
No entanto, o mau hálito da boca pode ser causada por múltiplas causas, de modo que o mais importante é consultar um médico para determinar sua origem e definir algumas diretrizes ou tratamentos que o eliminem. Além disso, alguns fatores podem intensificar o problema : estresse, cáries e infecções orais.

Algumas das principais causas do mau hálito são:

. Alguns alimentos como cebola ou alho. Todos os quais são absorvidos para a corrente sanguínea, transferidos para os pulmões e depois expelidos através da respiração.
 
. A falta de higiene dental, que pode causar um aumento excessivo das bactérias que vivem na boca e estão a produzir compostos voláteis de enxofre, que causam mau odor.
 
. Fumar não é apenas ruim para a nossa saúde, mas muitas vezes causam mau hálito.
 
. Faringoamigdalite aguda e crônica, adenoidite, corpos estranhos no nariz ou abscesso periamigdaliano.
 
. No sistema respiratório, algumas das causas da halitose seria supurativa rinite, atróficas, bronquiectasias, sinusite, corpos estranhos brônquicos ou abscesso pulmonar.
 
. A existência na cavidade oral de cárie dentária , gengivite, periodontite, estomatite ou sapinho, são outras causas comuns de mau hálito.
 
. Às vezes a fonte pode estar no sistema digestivo : a presença de uma hérnia, gastrite esofagite, alergias alimentares, infecção por Helicobacter pylori ou uma úlcera do estômago pode levar a boca um odor desagradável.
 
. Algumas doenças, como diabetes, insuficiência crônica renal ou insuficiência hepática aguda.
Boca seca, que se origina quando a produção de saliva é reduzida, fazendo com que a boca não seja limpa por si mesma, facilitando o acúmulo de bactérias e partículas de alimentos deixados. A boca seca pode ser causada por problemas psicológicos, certos medicamentos, mau hálito, problemas ou infecções nas glândulas salivares.

Como vemos a origem da halitose pode ser muito variada, de modo que, antes de tudo, o mais importante, é que você consulte um médico para examinar e determinar as causas e tratamento.

 

 


Conheça os Cursos On-Line
Portal do Conhecimento