Página Inicial » Misterios




 

Mito ou realidade: pessoas idosas têm “cheiro de velho”?

 

 

Mesmo sem usar aqueles perfumes que fazem sucesso entre os mais velhos, idosos podem, sim, ser identificados pelo cheiro. Em artigo publicado no periódico PLoS One, uma equipe de pesquisadores dos Estados Unidos explica que nosso odor corporal passa por mudanças químicas conforme envelhecemos.

“Mudanças similares foram verificadas em diversas espécies de animais e, acredita-se, facilitam o reconhecimento da idade de um indivíduo baseado em seus odores”, relatam os cientistas.

Para verificar se o fenômeno ocorria entre humanos, eles coletaram amostras de odor de três grupos diferentes: jovens (de 20 a 30 anos), adultos de meia-idade (de 45 a 55 anos) e idosos (de 75 a 95 anos). Feito isso, convidaram 41 voluntários jovens para analisar e distinguir os materiais.

As amostras colhidas de idosos foram classificadas como “menos intensas e menos desagradáveis do que aquelas de doadores jovens e de meia-idade”. “Os participantes foram capazes de classificar corretamente os odores corporais de doadores idosos, mas não os dos outros grupos”, apontam os pesquisadores.

 

 

 


Conheça os Cursos On-Line
Portal do Conhecimento