Página Inicial » Carreira Pessoal




|01|
 

Carreira ou profissão?

Um profissional diante da minha vivência com executivos e desenvolvimento da carreira do mesmo, que se prepara para o futuro está mais conectado com sua carreira como uma trajetória orgânica, por isso há alguns anos focamos nosso trabalho para jovens em Orientação de Carreira ao invés de dirigir a atenção para uma profissão.

Uma profissão limita as alternativas diante de uma mundo que se abre para uma carreira sem fronteiras, aonde os talentos são constantes e cada vez mais estimulados e desenvolvidos, então limitar em uma profissão seria injusto com tantas alternativas que o mundo oferta para pessoas que são competentes!

Sei que para muitos essa é uma mudança significativa de paradigma, no entanto quanto mais mudamos paradigmas em relação a nossa vida mais temos chances de viver livremente nosso melhor!

Descobrindo algo precioso que ainda falamos pouco no Brasil que é a singularidade e o respeito com a mesma que certamente formaria profissionais mais equilibrados e pessoas idem!

Uma escolha de carreira vai além da visão de definir a profissão, até quanto mais cedo os jovens fazem isso sem uma consciência de um mundo dinâmico e aberto aos profissionais, mais chances existem de uma definição sem sustentabilidade, dirigir atenção dos jovens futuros profissionais para suas melhores e maiores habilidades é uma estratégia que garantiria maiores resultados.

Quando temos o jovem no ensino médio que tem o proposito de preparar-se para o ensino superior, o convite feito a ele é sempre voltado para definição da profissão que ele irá seguir e habitualmente é dada para o jovem uma visão de que essa escolha é quase que para vida toda!

Como se vivêssemos um momento em que as profissões são fechadas e que a carreira tivesse fronteiras.

Esquecemos que novas profissões certamente surgirão bem como a possibilidade de rever a profissão e muda-la, afinal viver 60 anos de uma única atuação pode ser limitante, quando um jovem profissional já tem uma linha de vida extensa para sua carreira, pode pensar em futuro de forma eficaz.

Quando temos o mapeamento de seus potenciais ele tem mais poder em conduzir sua carreira e a escolha do curso para formação superior pode ser mais sistêmica pensando no futuro de longo prazo e talvez haja espaço para mais de uma formação ou para mestrado e doutorado já alinhados as competências, um plano com maior consistência.


Ainda é um tema estranho tratar carreira como algo que é gerido pelo próprio profissional e falar de gestão de carreira a longo prazo então é algo que ainda assusta muitos.

Existe uma crença que as oportunidades são menores que a nossa capacidade de planejar, isso limita e muito!

Existem inúmeras oportunidades para profissionais que sabem fazer uma boa estão de sua carreira, que tem visão de futuro e sabe quais são seus maiores talentos e utilizam os mesmos em beneficio de mais pessoas.

Quando fazemos a gestão de nossa carreira estamos construindo uma sociedade melhor!


Pessoas felizes em sua atividade profissional tem mais chances de serem felizes em outros setores da vida, diferente do que muitos acreditam que ou somos felizes em um setor ou em outro.

A visão sistêmica está cada vez mais presente e se escolas e empresas esquecerem disso teremos um cenário caótico e pouco atraente para as novas gerações.

Escolas de ensino médio como acontece o preparo do jovem profissional para sua escolha ou plano de carreira?

Empresas como o preparar o cenário para atrair jovens profissionais? Considerando a longevidade de uma carreira.

Sim, longevidade da carreira que é mais do que a longevidade da profissão.

 

Carreiras legais: veja as profissões mais sonhadas pelos brasileiros na infância, segundo o LinkedIn

Como parte do seu estudo das "profissões dos sonhos", o LinkedIn pesquisou mais de 8.000 profissionais globalmente para descobrir a aspiração de carreira mais comum que estas pessoas tinham na infância e quantos profissionais tem essas profissões atualmente.

A rede profissional LinkedIn divulgou os resultados de pesquisa sobre as profissões dos sonhos mais populares na infância e o número dos profissionais no LinkedIn que têm essas profissões.

 

Como parte do seu estudo das "profissões dos sonhos", o LinkedIn pesquisou mais de 8.000 profissionais globalmente para descobrir a aspiração de carreira mais comum que estas pessoas tinham na infância e quantos profissionais tem essas profissões atualmente.

A pesquisa descobriu que as principais profissões dos sonhos na infância para os homens no Brasil eram:

 1. Engenheiro (15%)

2. Piloto de avião ou helicóptero (7,9%)

3. Professor (7,4%)

4. Cientista (6,6%)

5. Atleta profissional ou olímpico (5,1%)
  

As mulheres no Brasil diziam o sonho delas era ser:

1. Professora (15,6%)

2. Médica, enfermeira ou técnicas de enfermagem (6,2%)

3. Escritora, jornalista ou romancista (5,6%)

4. Veterinária (5,6%)

5. Advogada (5,6%)

Praticamente um em cada três usuários do LinkedIn pesquisados ao redor do mundo (30,3%) afirmou que trabalham atualmente na profissão sonhada na infância ou seguem uma carreira relacionada. Os profissionais que disseram que não tem a profissão sonhada na infância foram mais propensos a citar "Conforme fui ficando mais velho, acabei me interessando por uma carreira diferente", como a principal razão para trabalharem em uma área diferente (43,5%).

"Os trabalhos que aspiramos quando criança são a janela para nossas paixões e talentos", diz Nicole Williams, expert de carreira do LinkedIn. "Identificar e entender essas paixões são a chave para melhorar nossa performance e aproveitamento no trabalho que fazemos atualmente, mesmo se não forem relacionados à carreira que sonhamos quando criança."

Mais de 70% dos profissionais disseram que a característica mais importante da profissão dos sonhos é "ter prazer no seu trabalho." Em segundo lugar está "ajudar os outros" (8%), seguido de "um bom salário", com um pouco mais de 6% da escolha dos profissionais.

O LinkedIn fez um levantamento do número de usuários da rede que têm carreiras bem legais. Por exemplo, existem atualmente mais de 49 mil usuários do LinkedIn noBrasil que são arquitetos, mais de 34 mil que são estilistas de moda e mais de 31 mil que são CEOs. Há também 15 arqueólogos, mais de 90 joalheiros e mais de 600 especialistas em Vinho/Cerveja no Brasil, que são membros da rede.

 

 


Conheça os Cursos On-Line
Portal do Conhecimento