Página Inicial » Humor



|03|

 

   "Causos de Minerin"

Em tempos de eleição, dois candidatos mineiros adversários, um da cidade - o "Coroné" -, e outro caipira - o "Mineirim", se encontram na mesma barbearia.

Lá sentados, lado a lado, não se falou palavra alguma. Os barbeiros temiam iniciar qualquer conversa, pois poderia descambar para discussão, e o Coroné só andava armado.

Terminaram a barba de seus clientes, mais ou menos ao mesmo tempo. O primeiro barbeiro estendeu o braço para pegar a loção pós-barba e oferecer ao Coroné, no que foi interrompido rapidamente por seu cliente:

- Não, obrigado. A minha esposa vai sentir o cheiro e pensar que eu estive num puteiro.

O segundo barbeiro virou-se para o Mineirim:

- E o senhor? - indagou.

- Uai, popassá, sô! A minha muié num sabe memo como é cheiro de puteiro... Nunca trabaiô pur lá...

Dizem que a barbearia está fechada até hoje, para reforma.

NARIZTUPIDO**

No Interior de Minas, um casal de amigos caminhava pelo pasto de uma fazenda, até que viram um cavalo transando com uma égua, e a amiga logo perguntou... .
 
- Carzarbertoo..., o que é aquilo?
 
- Elis tão casalano, sô! A égua tá no cio, o cavalo percebeu isso e ta mandano brasa!!!
 
- Mais cumé co cavalo sabe que ela tá no cio, Arbertoo?
 
- Aaara!!, é co cavalo sente o cheiro da égua no cio, sô!
Passaram mais adiante, e tinha um bode transando com uma cabra, e a amiga perguntou de novo, e o Amigo deu a mesma resposta.
Mais na frente, lá estava um boi pegando uma vaca, e ela tornou a perguntar, e ele deu a mesma resposta: que o boi também sentia o cheiro da vaca no cio.
Foi aí que a amiga perguntou:
 
- Ô Carzalbertoo, se eu perguntá uma coisa pr'ocê, ocê jura que num vai ficá chatiado?
 
- Craro que não, miga! Ocê pode perguntá!
 
- OCÊ TÁ COM O NARIZTUPIDO?

HUMIRDADE MINEIRA... NÓIS SEMU ASSIM MEMOOOOOOOOOO!!!!!!!!!


Paulistas querendo contar vantagem pro mineirim :

1º.. paulista: - Eu tenho muito dinheiro... Vou comprar o Citibank!

2º. paulista: - Eu sou muito rico... Comprarei a Fiat Automóveis!

3º. paulista: - Eu sou um magnata... Vou comprar a Usiminas!

E os três ficam esperando o quê o mineiro vai falar.

O minerim da uma pitada nu cigarro de paia, ingole a saliva...

Faz uma "parsa"... e diz:

- Num vendo...

 

 

Minerin Infermêrmo, pra descontrair…

Zé Minerim, enfermeiro de uma Clínica em Juiz Fora, foi convidado pelo médico para tomar conta do consultório por 3 horas, enquanto ele estaria ausente.
- Zé, vou sair, volto logo e não quero fechar a clínica.
Você acha que consegue cuidar dela e de todos os pacientes?
- Ocê podi deixá cumigo que dô conta du recado! – respondeu o infermeiro Zé Minerin.
O médico saiu e voltou 3 horas depois .
- Então, Zé , tudo tranquilo ?
- Uai, só atendi treis pacienti. O primero tava cuma dor di cabeça danada. I então, eu receitei o tar de paracetamol.
- Bravo, meu rapaz.
- E o segundo? – perguntou o médico.
- O segundo tava cum indigestão du istongo e eu dei Guronsan -informou o Zé Minerin
- Bravo, bravo! Você é bom nisso… E o terceiro? – perguntou o médico.
- Óia … doutô esse causo mi deu mais trabaio…. Eu tava sentadim aqui i di repenti abriu a porta i entrô uma muié muito bunita. Ela era dispachada, arrancô a ropa, tirô tudo, inté a carcinha e ficô cos peito pra fora. Ajeitô sobre a maca, abriu as pernas e gritô:
- AJUDE-ME, pelo amor de Deus! Faz CINCO ANOS que eu não vejo homem!
- Nossa Senhora, Zé!!!! O que você fez ? – perguntou o médico.
- Uai dotô, prá resorvê o probrema, CARQUEI COLÍRIO NO ZÓIO DELA !!!!!!

 


Os primos da cidade foram passar o natal com os parentes do sítio.
Alguns dias depois após o natal, tava lá o primo da cidade esnobando
com o primo caipira, o que tinha ganhado de presente. Aí o primo da
cidade, querendo se mostrar, falou:
- Primo, viu o que eu ganhei de presente? Um 'Ipod'! Espetacular.
O primo caipira retrucou:
- Bão primo, muito bão!! bão dimais.
Aí o da cidade perguntou:
- Como bom, primo! E o que foi que você ganhou?
- Ganhei isso aí tamém, uai.
Mas, quem te deu?
- Minha prima. A tua irmã.
- E de que marca era?
- Sei lá, primo. Nóis dois tava onti na cachuera nadano pelados. Eu
cheguei por trás dela e incostei. Ela virou pra mim e falô: 'Aí Pode!'
bão dimaissssss, primo.
Agora, si tem marca, num sei não, aqui na roça nóis conhece como cu.

 

 

  RECOMENDE NO GOOGLE +1:


Conheça os Cursos On-Line
Portal do Conhecimento