Página Inicial » Dicas e Truques



|04|

 

Defenda-se dos sites que espionam o seu computador


  

Como se já não bastassem os vírus e outras pragas que o internauta recebe diariamente por e-mail ou quando navega pela web, há duas recentes categorias de ameaças aos computadores --os adwares e os spywares. "Hoje em dia, [esse tipo de praga] é muito comum e dificulta a vida do usuário", diz Patrícia Ammirabile, coordenadora do laboratório de vírus da McAfee do Brasil.

Esses programas ficam instalados na máquina, muitas vezes sem que o próprio dono do PC saiba disso, e ficam enviando dados do computador para uma empresa ou --muito pior-- para um hacker interessado em roubar dados do usuário. "São aplicações indesejadas que atuam na máquina do usuário como um espião coletando informações", afirma a coordenadora da McAfee.

Segundo Ammirabile, "esses aplicativos podem chegar via e-mail, mas também estão embutidos na instalação de programas gratuitos", principalmente os de compartilhamento de arquivos [ou P2P, de peer-to-peer, em inglês], como o Kazaa, Morpheus e Bearshare.

Apesar de ficarem escondidos no computador, há uma diferença importante entre os dois tipos de programa. O adware, geralmente, fica monitorando a navegação do usuário e lança janelas com anúncio de tempos em tempos. "Eles não roubam necessariamente as informações do usuário e são menos críticos."

Já o spyware coleta dados e pode prejudicar o internauta de diversas maneiras. Ammirabile explica que "a maioria dos spywares é maliciosa, pois abrem brechas, facilitando ataques de hackers ou a entrada de algum vírus no sistema".


Precauções

A coordenadora do laboratório de vírus da McAfee explica que a detecção deste tipo de ameaça é mais difícil. "Quando o usuário baixa um programa pela internet, ele também faz o download desses programas e os instala sem saber." A recomendação, nesse caso, é tentar se certificar se o programa traz um adware ou spyware antes de instalá-lo. Na dúvida, diz Ammirabile, "o melhor é não instalar".

Se mesmo assim a instalação for inevitável, o usuário pode lançar alguns recursos para se proteger. Um deles é a utilização de um firewall --programa que monitora o tráfego de dados no micro do computador e tenta bloquear atividades suspeitas. "Ele pode bloquear a saída de informações do computador", diz a especialista. "Além disso, ele fica mais protegido em relação ao acesso à web."

O uso de programas criados especialmente para detectar essas pragas é outra solução. Um desses programas é o Ad-Aware, desenvolvido pela empresa alemã Lavasoft, e que já tem versão em português (1,7 MB, em
www.lavasoft.de/portuguese/support/download/

Com poucos cliques, o software varre o computador para identificar traços de programas indesejados e oferece a possibilidade de remover os aplicativos permanentemente.

O Bazooka Adware and Spyware Scanner (1,1 MB, grátis, em
http://www.kephyr.com/spywarescanner/supportus.phtml  funciona de maneira semelhante ao Ad-Aware. Ele também procura por ameaças no micro, mas a diferença é que a remoção dos aplicativos maliciosos não é automática --o usuário precisa baixar as instruções para remover os programas.

Para quem quer manter o micro a salvo desse tipo de ameaça virtual, há também o SpywareBlaster (2,16 MB, grátis, em
http://www.javacoolsoftware.com/sbdownload.html . Ao contrário dos outros programas, que removem os aplicativos indesejados, o Spyware Blaster impede que os programas sejam instalados no computador, de forma semelhante aos programas antivírus.

 

 

 

 

  RECOMENDE NO GOOGLE +1:


Conheça os Cursos On-Line
Portal do Conhecimento