Página Inicial » Dicas e Truques



|03|

 

Verdades e Mentiras sobre o Windows XP  


  

Internet Explorer:

"A Microsoft anunciou que será possível remover o Internet Explorer do Windows XP. Balela, será possível remover os ícones, mas o IE continua integrado ao sistema. Nem poderia ser diferente, pois desde o Windows 98, todo o desenvolvimento do Windows tem sido feito com base na integração entre os dois. Se fosse para remover o IE, teriam que reescrever uma boa parte do sistema e seria perdida muita funcionalidade".
Autor: Carlos E. Morimoto

VERDADE: o IE não sairá totalmente do WinXP, ficando apenas "escondido" do usuário (o ícone do IE desaparece dos menus e do botão Start). Mas estando escondido ou não, a qualquer momento o usuário pode instalar outro browser (Netscape, Opera ...) caso ele queira ...


Mudanças apenas estéticas:

"Em uma empresa em que já foi implantada a plataforma Windows 2000, não há motivos sólidos para que seja feita a migração para o XP ainda neste ano. As diferenças entre o Windows XP Professional e o Windows 2000 Professional (as edições para estações de trabalho) são essencialmente estéticas".
Autor: Denise H. Goya

MENTIRA: O WinXP incorpora novas tecnologias que facilitam o seu uso nas empresas. O WinXP inclui o Windows Messenger (que permite comunicação por vídeo a áudio de uma maneira mais fácil e e eficiente do que o MSN Messenger ou Netmeeting), Remote Desktop (permite o acesso remoto ao computador com WinXP para a realização de suporte técnico), suporte ao padrão Wireless 802.1x, suporte ao Dual View em notebooks, melhorias na conservação de baterias em notebook (hibernação e standby), suporte multilingual, Help integrado (com acesso direto ao Knowledge Base do site da Microsoft), publicação de arquivos na Web via WebDAV (Web Digital Authoring & Versioning), desfragmentação de disco via script e/ou programação de horário, fax em rede local ...


Passaport:

"É um sistema de autenticação, que será necessário para o uso de qualquer serviço relacionado ao .NET. Já é necessário por exemplo para quem está interessado em baixar as partes do código fonte do Windows CE que a Microsoft disponibilizou aos desenvolvedores recentemente. Basicamente, você informa todos os seus dados, incluindo um número de cartão de crédito, que ficarão armazenados nos servidores da Microsoft para uso futuro. Fico curioso como uma empresa que até hoje não conseguiu acabar com os bugs do IIS possa ter condições de armazenar com segurança os dados de algumas dezenas de milhões de consumidores... Pelo visto logo vão todos ser de domínio público".
Autor: Carlos E. Morimoto

MENTIRA: O autor confundiu o Passport Wallet com o Passport. O Passport é uma tecnologia que permite que o usuário use um login e senha para utilizar alguns serviços na Web e jamais exige que o usuário digite o nº do seu cartão de crédito, mas sim alguns dados pessoais da mesma maneira que qualquer formulário de cadastro de outros sites. O Passport Wallet permite que o usuário possa também cadastrar informações de pagamento para que estas sejam utilizadas sempre que ele fizer uma compra online - e isso não é obrigatório: o usuário escolhe se quer utilizar esse serviço ou não ...


Code-Signing:

"Todos os drivers de dispositivos e programas desenvolvidos para o XP deverão obter uma assinatura digital, que comprova que o software foi testado pela Microsoft. Ao instalar qualquer software sem essa assinatura, será exibido um aviso. Por um lado isso aumenta a segurança, um vírus por exemplo jamais teria uma assinatura, mas por outro lado, aumentará o domínio da Microsoft sobre as empresas produtoras de software. Que tal ameaçar cancelar as assinaturas de empresas que também desenvolvem softwares para Linux?"
Autor: Carlos E. Morimoto

MENTIRA: Não há nenhum "aumento de domínio sobre empresas produtoras de software" ao requerer que elas sigam um padrão de qualidade na criação de seus drivers. Há anos a Microsoft introduziu o WHQL (Windows Hardware Quality Labs), que é um serviço que testa os drivers de hardware para que estes não contenham bugs que comprometam a estabilidade do Windows. Infelizmente muitas empresas lançam seus novos hardwares (placas de vídeo, som, rede, impressoras ...) com drivers que não foram testados pela Microsoft e a existência de bugs nestes drivers (que seriam detectados e eliminados no WHQL) fazem com que o Windows trave ou fique instável. Quando um driver é aprovado pelo WHQL, ele ganha uma assinatura digital comprovando a sua qualidade.

Assim que um novo hardware é instalado no Windows XP e o seu driver não tem a assinatura digital, o Windows XP pede a confirmação do usuário para a sua instalação, alertando-o que este driver pode causar problemas no sistema operacional. Não há qualquer impedimento na instalação do driver ...

O autor do parágrafo também confundiu-se ao afirmar que "um vírus jamais teria uma assinatura": um vírus é um programa executável (ou uma macro) e não um driver - e programas (ou macros) não têm assinatura digital da Microsoft ... A pergunta final sobre o Linux apenas comprova a falta de idoneidade do autor, concluindo com "chave de ouro" a sua ignorância em relação ao assunto abordado...


Smart Tags:

"Apesar de terem sido retiradas do Windows XP depois de uma considerável reação negativa, o recurso poderá ser ativado através de um download a partir do Windows update. Está claro que mais cedo ou mais tarde, todos os usuário do XP serão obrigados a ativá-las, seja para acessar alguma página, seja para instalar um novo software, etc. Apesar de terem sido removidas do Windows, elas continuam presentes e ativadas no Office XP".
Autor: Carlos E. Morimoto

MENTIRA: Não há nenhuma obrigação do usuário ativar as Smart Tags no IE e elas não são necessárias para acessar páginas da Web ou instalar algum software. Smart Tag é uma função muito prática que permite o usuário realizar outras tarefas ao clicar em um objeto na página - veja o exemplo do site Apontador.com.br:. Além da Smart Tag ser absolutamente desnecessária para que uma página possa ser acessada, ela não tem relação alguma com a instalação de software!!


Programas Integrados:

"Para um usuário avançado, não faz muita diferença quais programas vem junto com o sistema operacional, pois ele saberá desinstalá-los e usar os que quiser. Mas um usuário iniciante com certeza vai deixar de usar vários programas (sejam comerciais, pirateados ou gratuitos), para usar os programas embutidos no XP, firewall, visualizador de imagens, etc. Um ponto para o monopólio".
Autor: Carlos E. Morimoto

MENTIRA: Os concorrentes dos aplicativos embutidos no WinXP são gratuitos no mercado. O Windows XP inclui novas funções que antes exigiam o uso de aplicativos para isso (veja lista abaixo). O que o autor não informa é que os aplicativos anteriormente necessários são gratuitos e podem ser facilmente encontrados na Web. Veja alguns exemplos:

Visualizador de imagens: ACDSee Classic ou IrfanView
Compactação de arquivos Zip: PowerArchiver 6.x
MP3 player e ripper: MusicMatch, RealJukebox
Firewall: ZoneAlarme e TinyFirewall
Gravação de CD-R/CD-RW: o aplicativo vem gratuitamente com o hardware
O WinXP agrega muitas funções de aplicativos freeware; nenhuma função do WinXP foi implementada a ponto de evitar a compra de um determinado aplicativo atualmente à venda no mercado. A incorporação dessas funções no WinXP facilita ainda mais o seu uso e o usuário é beneficiado com isso pois não precisa perder tempo procurando programas freeware na Internet. Um ponto para a eficiência do WinXP.


Velocidade e Pirataria:

Se dúvida, o XP será muito mais estável que o Windows 98/ME, que realmente são grande coisa neste aspecto. Precisará de mais hardware, mas novamente nada que os usuários do Windows já não estejam habituados na hora de atualizar o sistema. Terá pra variar um preço de venda abusivo, mas nada que alguém que tenha comprado legalmente outra versão do Windows irá questionar (quem pirateou a versão atual com certeza também irá piratear o XP, mas isso não vem ao caso)
Autor: Carlos E. Morimoto

MENTIRA: O Windows XP necessita de 128 Mb para funcionar. Atualmente um pente de memória com 128 Mb custa cerca de R$ 70, o que torna-o bastante acessível para o usuário (além de muitos computadores atualmente já terem 128 Mb pois os aplicativos atuais exigem essa quantidade de memória para que funcionem bem). Quem já testou o Windows XP em computadores com 128 Mb garante que ele é mais rápido do que o Win2000 e que o Win98 devido às muitas implementações em seu kernel (detalhes técnicos:).

O WinXP é um sistema operacional bastante sofisticado e completo, permitindo que o usuário possa trabalhar com as ferramentas que ele desejar e lucrar (literalmente) com isso e não cabe ao autor concluir se o preço do WinXP é abusivo ou não. A conclusão sobre a pirataria é pior ainda ...


Upgrade Dispendioso:

"A única coisa que me deixou com um pé atrás foram os requisitos de sistema. Segundo a Microsoft, o Windows XP precisará de no mínimo 128 Mb de memória RAM para funcionar, o que o torna, na minha opinião, um upgrade altamente dispendioso. Um sistema operacional, nada mais é do que o programa que gerencia todas as atividades do computador e ocupa-se da boa performance deste. Oras, se este programa passa a ocupar uma boa quantidade de memória, acaba por prejudicar a performance do computador, saindo assim do seu objetivo. A memória que poderia ser utilizada por um aplicativo é devorada pelo Windows. No Brasil, aonde o poder aquisitivo é baixo, vale mais a pena utilizar uma versão anterior do Windows, pelo fato de requerer menos recursos computacionais."
Autor: Kiko Lobo

MENTIRA: O Windows XP necessita de 128 Mb para funcionar. Atualmente um pente de memória com 128 Mb custa cerca de R$ 70, o que torna-o bastante acessível para o usuário (além de muitos computadores atualmente já terem 128 Mb pois os aplicativos atuais exigem essa quantidade de memória para que funcionem bem). Quem já testou o Windows XP em computadores com 128 Mb garante que ele é mais rápido do que o Win2000 e que o Win98 devido às muitas implementações em seu kernel (detalhes técnicos:).

Escolher um sistema operacional baseado no computador atual é um erro grave pois impede que o usuário aproveite todas as novidades e melhorias da nova versão além de incentivá-lo a manter o seu micro desatualizado. Além do mais, as aplicações atuais precisam de muito mais poder de processamento do que o sistema operacional em si ...

 

 

 

  RECOMENDE NO GOOGLE +1:


Conheça os Cursos On-Line
Portal do Conhecimento