Página Inicial » Devaneios do saber



 

     

  
Atire a primeira flor

veja e curta vídeo abaixo


 

Quando tudo parece caminhar errado, seja você a tentar o primeiro passo certo.
Se tudo parece escuro, se nada puder ser visto, acenda a primeira luz.
Traga para a treva, você primeiro a pequena lâmpada.

 

Quando todos estiverem chorando, tente você o primeiro sorriso.
Não na forma de lábios sorridentes, mas na de um coração que compreenda, de braços que confortem. Parta você em busca do primeiro sim, ao qual tudo de positivo deverá seguir-se.

 

Quando ninguém souber coisa alguma e você souber um pouquinho,
seja o primeiro a ensinar.
Começando por aprender você mesmo, corrigindo-se a si mesmo.
Quando alguém estiver angustiado, a procura nem sabendo o que,
observe o que se passa.
Talvez seja em busca de você mesmo que este seu irmão esteja.

 

Quando a terra estiver seca, que sua mão seja a primeira a regá-la.
Quando a flor estiver murcha, seja o primeiro a separar o joio, a arrancar a praga, a afagar a pétala, a acariciar a flor.

 

Se sua porta estiver fechada, de você venha a primeira chave.
Se o vento sopra frio, que o calor de sua lareira seja a primeira
proteção e o primeiro abrigo.
Se o pão for apenas massa e não estiver assado, seja você o primeiro forno para transformá-lo em alimento.
De acusadores o mundo está cheio.  Nem, por outro lado, aplauda o erro.

 

Ofereça sua mão primeiro para levantar quem caiu.
Dê sua atenção primeiro para mostrar o caminho de volta,
compreendendo que o perdão regenera, que é a compreensão
edificada que o possibilita, e que o entendimento reconstrói
Toda escada tem um degrau para baixo ou para o alto.
Toda estrada tem um primeiro passo, para frente ou para trás.

 

Toda vida tem um primeiro gosto de existência ou de morte.
Atire você, com ternura e vontade de entender, quando tudo for pedra,

                                                            A PRIMEIRA E DECISIVA FLOR...

 

 


 

 


Conheça os Cursos On-Line
Portal do Conhecimento